Com o objetivo de incentivar a Iniciação Científica nos cursos de graduação em Ciências Contábeis e como forma de criar mecanismos de fortalecimento da integração desta modalidade com a Pós-Graduação, haverá um espaço nas galerias do evento para exposição de banners que divulguem pesquisas realizadas por acadêmicos de Iniciação Científica.
Caso o trabalho seja aprovado, obrigatoriamente um dos alunos de graduação que seja autor do trabalho deverá fazer sua inscrição no evento, para que o trabalho possa ser apresentado durante o evento. A autoria do trabalho está limitada a quatro pessoas, sendo alunos de Iniciação Científica e, pelo menos um orientador.

Os trabalhos de autoria ou coautoria submetidos por diretores da Anpcont e/ou coordenadores de área não concorrerão à premiação entre os melhores artigos.

Formato dos ICs

  • 1ª linha - o título do trabalho centralizado (todas as letras maiúsculas) em negrito.
  • 2ª linha - em branco, sem qualquer tipo de identificação do(s) autor(es).
  • 3ª linha - na margem esquerda registrar a palavra resumo (todas as letras maiúsculas) em negrito.
  • 4ª linha - escrever o resumo (no idioma do texto) em até 20 linhas, em um único parágrafo (sem entrada de parágrafo), espaço simples entre linhas e sem negrito.
  • 5ª linha - em branco.
  • 6ª linha - registrar o termo palavras-chave em negrito (somente a primeira letra em maiúsculo), seguido de dois pontos e de 3 a 5 palavras-chave separadas por ponto e vírgula (sem negrito).
  • 7ª linha - em branco.
  • 8ª linha - na margem esquerda registrar 1 Introdução (todas as letras maiúsculas) em negrito.
  • 9ª linha - iniciar o texto.

Para submissão dos trabalhos na 8ª Mostra de Iniciação Científica ANPCONT devem ser observadas as seguintes normas editoriais:
Título do trabalho (todas as letras maiúsculas) centralizado, negrito e fonte 12 Times New Roman.
As páginas do trabalho devem estar devidamente numeradas no canto superior direito, digitadas em editor de texto Word for Windows 2003, em um único lado da folha, nas seguintes condições:
Papel formato A4 (210 x 297 mm).
Limite mínimo 10 e máximo 17 páginas (para o arquivo em pdf).
Fonte Times New Roman, tamanho 12.
Espaço entre linhas: simples e sem espaço entre parágrafos.
Entrada de parágrafo: 1,25 cm.
Margens: superior 3cm, inferior 2cm, esquerda 3cm, direita 2cm.
Figuras, gráficos, quadros e tabelas (não usar colorido) em fonte Times New Roman, tamanho 10.
Os títulos (todas as letras maiúsculas) e subtítulos (somente a primeira letra de cada palavra em maiúsculo) do artigo devem ser numerados e negritados.
As citações e referências devem obedecer às normas atuais da APA.
Normas no formato APA (American Psychological Association)

As citações no texto devem obedecer às normas conforme exemplos a seguir:
um autor - Iudícibus (1997, p. 58) ou (Iudícibus, 1997, p. 58).
dois autores - Mosimann e Fisch (1999, p. 53) ou (Mosimann & Fisch, 1999, p. 53).
Três a cinco autores - Quando um trabalho tem três, quatro ou cinco autores, acrescentar todos os sobrenomes na primeira citação seguida da data de publicação. Nas subsequentes, incluir apenas o sobrenome do primeiro autor seguido de et al. e da data de publicação.
Ex.:
Na primeira vez que for citado: Horngren, Foster e Datar (2000, p. 113) ou (Horngren, Foster & Datar, 2000, p. 113).
A partir da segunda vez que for citado: Horngren et al., 2000, p. 113) ou (Horngren et al., 2000, p. 113).
Seis ou mais autores - Quando um trabalho tem seis ou mais autores, citar no texto apenas o sobrenome do primeiro autor seguido de et al. e a data de publicação, e nas referências acrescentar todos os autores.
Ex.: Rocha et al. (1999) ou (Rocha et al., 1999).

Nas referências:
Livros:
Horngren, C. T.; Foster, G.; & Datar, S. (2000). Contabilidade de custos. (9. ed.) Rio de Janeiro: LTC.

Capítulos de livros:
Guerreiro, R. (1999). Mensuração do resultado econômico. In: A. Catelli (Coord.). Controladoria: uma abordagem da gestão econômica - GECON. (pp. 81-102). São Paulo: Atlas.

Artigos de periódicos:
Libonati, J. J.; & Miranda, L. C. (2004). Medidas utilizadas na avaliação do desempenho da área de suprimentos: um estudo exploratório. UnB Contábil, 7(1), p. 85-104.
Oyadomari, J. C. T., Aguiar, A. B., Yen-tsang, C., Cardoso, R. L., & Lima, R. G. D. (2014). Associações entre informações, desempenho da controladoria, desempenho gerencial e organizacional: um estudo exploratório. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, 8(3), pp. 309-325.

Artigo on line (retirado da internet):
Silva, L. M. (2012). Contabilidade pública: reflexões sobre a governança pública. Revista Abracicon Saber. 1(1), pp. 15-19. Recuperado em 7 dezembro, 2014, de http://www.abracicon.org/index.php/publicacoes/revista-abracicon-saber/item/revista.

Trabalhos de anais:
Carastan, J. T. (1999). Custo meta e custo padrão como instrumentos do planejamento empresarial para obter vantagem competitiva. Anais do Congresso Brasileiro de Custos, São Leopoldo, RS, Brasil, 6.

Dissertações e teses:
Lima, A. L. A. (2000). Análise das congruências com vistas à harmonização das formas de contabilização de derivativos entre Brasil e Argentina. Dissertação de Mestrado em Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.


Apoio