Mais informações

Sobre

O Congresso ANPCONT é um evento de importante significado acadêmico-científico da Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. Ele proporciona a interação da comunidade acadêmica, pesquisadores, professores e estudantes, representando um meio de divulgação da produção técnico-científica na área das Ciências Contábeis.

Concentra discussões relativas à Controladoria e Contabilidade Gerencial (CCG); Contabilidade para Usuários Externos (CUE); Mercados Financeiro, de Crédito e de Capitais (MFC); Educação e Pesquisa em Contabilidade (EPC) e Controladoria e Contabilidade Aplicada ao Setor Público e ao Terceiro Setor (CPT).

O evento busca estabelecer uma ligação entre estudos acadêmicos e aplicações em organizações, possibilitando aos participantes conhecer mais profundamente os diversos enfoques dos estudos nas Ciências Contábeis. Nesse intuito, esta edição do evento traz como novidade um track destinado a discussões de artigos oriundos dos programas profissionais. Além de oficinas que ocorrerão durante o congresso.

A décima terceira edição do Congresso está programada para o período de 15 a 18/06/2019, em São Paulo, organizada pela Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis – ANPCONT.

Informações

Título do evento: XII Congresso ANPCONT
Período do evento: 09 a 12 de junho de 2018
Local de realização: João Pessoa – PB
Número estimado de participantes: estimado de 200 pessoas
Abrangência do evento: Internacional

Objetivos

Debater assuntos relevantes das Ciências Contábeis, abordando aspectos referentes aos temas do evento.

Divulgar a produção tecnológica e científica da área.

Fortalecer a produção e o intercâmbio dos Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis do País.

Comissão Organizadora

Diretoria 2018-2019:

Carlos Eduardo Facin Lavarda, Dr.
Jacqueline Veneroso Alves da Cunha, Dra.
Aldy Fernandes da Silva, Dr.
Cláudio de Araújo Wanderley, Dr.

Programas Anfitriões:

Cláudio Parisi, Dr. (Fecap)
Henrique Formigoni, Dr. (Mackenzie)
Lucas Ayres Barreira de Campos Barros, Dr. (USP)
Marta Cristina Pelúcio Grecco, Dra. (Fipecafi)

Atividades Previstas

Palestras

Estão previstas três palestras relacionadas à Contabilidade a serem proferidas por palestrantes nacionais e internacionais.

Painéis

Estão previstos dois espaços para painéis, que contemplarão assuntos relacionados à Contabilidade, com a participação de painelistas nacionais e internacionais.

Sessões temáticas

Espera-se que cerca de 700 artigos científicos e tecnológicos sejam submetidos à apreciação do comitê científico do congresso. Após a avaliação, os mesmos serão apresentados em sessões temáticas tradicionais e em sessões especiais. Cada uma das sessões temáticas tradicionais será constituída pela apresentação e discussão de dois a quatro artigos afins. Já cada sessão temática especial será constituída de apenas um artigo científico (dentre os melhores de cada área temática) com discussão de aproximadamente 1 hora.

Para valorizar o desenvolvimento dos artigos, os melhores de cada área serão premiados por área temática e, também, como o melhor trabalho do evento.

Workshops

Estão previstos cinco Workshops, que contemplarão assuntos relacionados às áreas de pesquisa, bem como, dois Workshops com Editores e Stakeholders de periódicos de contabilidade.

Consórcio Doutoral e Mestral

Estão previstas discussões de Projetos de alunos de Doutorado e de Mestrado, com vistas a detecção de pontos de melhorias das respectivas pesquisas. A previsão é de recepção de cerca de 10 projetos de dissertação de mestrado e 20 projetos de tese de doutorado.

Mostra de Iniciação Científica

Com o objetivo de incentivar a iniciação científica nos cursos de graduação em Ciências Contábeis, haverá um espaço nas galerias do evento para exposição de banners para divulgação de pesquisas realizadas por acadêmicos de iniciação científica. A previsão é de recepção de cerca de 30 trabalhos de iniciação científica das mais diversas áreas da contabilidade.

Oficinas

Com o objetivo de incentivar o aprimoramento profissional, estão previstos mini cursos que ocorrerão paralelamente ao evento.

Público-Alvo

O público alvo do XII Congresso ANPCONT são estudantes, professores, pesquisadores e profissionais vinculados a área de Ciências Contábeis. Tendo em vista o número de Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis existentes no Brasil, espera-se que o evento conte com cerca de 200 participantes.

Áreas Temáticas

Áreas Temáticas para submissão dos trabalhos.

Contabilidade para Usuários Externos (CUE)

Coordenador: Roberto Carlos Klann, Prof. Dr. (Furb).

Envolve o desenvolvimento de estudos e pesquisas relacionados aos aspectos de reconhecimento, mensuração e evidenciação da informação contábil. Desdobra-se principalmente em: Teoria da Contabilidade, Regulação Contábil, Contabilidade Financeira, Contabilidade Internacional e Comparada, Contabilidade Tributária, Relatórios de Sustentabilidade, Relato Integrado, Análise das Demonstrações Contábeis, Agrobusiness, Prestação de Serviços Contábeis à Comunidade.

Controladoria e Contabilidade Gerencial (CCG)

Coordenadora: Márcia Martins Mendes de Luca, Profa. Dra (UFC).

Envolve campo de pesquisa e desenvolvimento de estudos sobre instrumentos de apoio ao processo de planejamento e controle das organizações. Desdobra-se principalmente em: Controladoria empresarial, Controladoria aplicada à logística, Contabilidade gerencial e teorias organizacionais / psicológicas, Contabilidade e análise de custos, Princípios e Métodos de Custeio (ABC, TDABC, UEP, Absorção, Direto, Gestão econômica (GECON), Planejamento e controle orçamentário, Controle gerencial nas organizações, Tecnologia e sistemas de informação, Avaliação de projetos de investimentos, Teoria das restrições e Auditoria em sistemas de informação.

Mercados Financeiro, de Crédito e de Capitais (MFC)

Coordenador: Felipe Ramos Ferreira, Prof. Dr. (Fucape).

Abrange estudos conceituais, analíticos e de pesquisas empíricas sobre o tema genérico de Finanças, com especial interesse na informação contábil como insumo às tomadas de decisão por gestores, analistas e investidores. Os focos dos estudos e pesquisas podem ser dispostos nos seguintes temas principais: Finanças Corporativas; Avaliação de Títulos, Derivativos e Fundos de Investimento; Firm Valuation; Value-Relevance; Governança Corporativa; Auditoria Independente; Avaliação de Risco.

Contabilidade Aplicada ao Setor Público e ao Terceiro Setor (CPT)

Coordenadora: Patrícia Siqueira Varela, Profa. Dra (USP).

Envolve o desenvolvimento de estudos e pesquisas relacionados ao setor público e ao terceiro setor como: contabilidade governamental na gestão de recursos públicos, controladoria na gestão pública, finanças públicas e Lei de Responsabilidade Fiscal, desempenho do setor público, disclosure de informações à sociedade, Normas Internacionais de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público, sistemas de administração financeira e orçamentária, auditoria pública, contabilidade e prestação de contas de entidades do terceiro setor, finanças sociais, accountability, governança e desempenho no terceiro setor.

Educação e Pesquisa em Contabilidade (EPC)

Coordenador: Romualdo Douglas Colauto, Prof. Dr. (UFPR).

Estudo de modelos, métodos, técnicas e instrumentos que visam ao aprimoramento e melhoria dos processos de ensino-aprendizagem, avaliação e formação docente, bem como das construções de trabalhos científicos no campo de conhecimento das Ciências Contábeis.

Consórcio Doutoral e Mestral (CDM)

Coordenadora: Maisa de Souza Ribeiro, Prof. Dra. (USP/RP)

Todas as áreas temáticas.

Artigos Tecnológicos (AT)

Coordenador: Valcemiro Nossa, Prof. Dr. (Fucape)

Todas as áreas temáticas

Datas Importantes

O XIII Congresso ANPCONT é promovido pela Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis – ANPCONT. Em 2019 ocorrerá no período de 15 a 18 de junho, em São Paulo – SP.

Atenção!

O prazo para a submissão de trabalhos se encerra no dia 28/02/2019 às 18 horas (horário de Brasília).

Data e Horário Atividades Programadas
07/01/2019 Início de submissão dos trabalhos (artigos, iniciação científica e projetos de pesquisa de doutorado e de mestrado)
28/02/2019 Fim de submissão dos trabalhos, até 18h horário de Brasília
01/03/2019 Encaminhamento dos trabalhos para dois avaliadores (avaliação anônima)
31/03/2019 Encerramento do período de avaliação dos trabalhos
10/04/2019 Divulgação dos resultados da avaliação
10/04/2019 Início das inscrições dos participantes no evento
30/04/2019 Término do prazo para pagamento das inscrições dos autores que tiveram trabalhos aprovados para ter seus trabalhos incluídos nos anais do evento
30/04/2019 Término do prazo para pagamento das inscrições dos participantes com a taxa inicial (R$ 700,00 para professores e pesquisadores e R$ 450,00 para alunos de mestrado e doutorado). Para acadêmicos de iniciação científica com exposição de banners a taxa de inscrição é de R$ 250,00.
01/05/2019 A partir desta data a taxa será de R$ 800,00 para professores, R$ 500,00 para alunos de mestrado e doutorado e R$ 300,00 para acadêmicos de iniciação científica com exposição de banners.
31/05/2019 Término do período de inscrição e pagamento da respectiva taxa no XII Congresso Anpcont.
15/06/2019 a 18/06/2019 Dias de realização do Evento – Acesse a programação aqui
15/06/2018, 10 hs sábado Assembleia Geral Extraordinária da ANPCONT – Coordenadores dos PPGCC

Artigos Científicos

É imprescindível que os artigos submetidos sejam inéditos, isto é, não tenham sido enviados para publicação em outro evento ou periódico. Os artigos podem ser redigidos em português, espanhol ou inglês, com no mínimo 10 páginas e no máximo 17 páginas.

O envio dos artigos ao XIII Congresso ANPCONT deve ser de forma eletrônica pelo site da ANPCONT. Em seguida lhe será enviada mensagem de confirmação do recebimento.

O limite de submissão de artigos científicos e/ou tecnológicos por autor (incluindo coautoria) é de no máximo três artigos e o número máximo de autores por trabalho é de quatro.

Ressalta-se que cada autor ou coautor só poderá apresentar um artigo aprovado no XIII Congresso ANPCONT.

Os artigos de autoria ou coautoria submetidos por diretores da ANPCONT e/ou coordenadores de área não concorrerão à premiação entre os melhores.

Os artigos que contiverem identificação serão eliminados do processo.

Formato do artigo

O artigo deve conter:

    • 1ª linha – o título do trabalho centralizado (todas as letras maiúsculas) em negrito.
    • 2ª linha – em branco, sem qualquer tipo de identificação do(s) autor(es).
    • 3ª linha – na margem esquerda registrar a palavra resumo (todas as letras maiúsculas) em negrito.
    • 4ª linha – escrever o resumo (no idioma do texto) em até 20 linhas, em um único parágrafo (sem entrada de parágrafo), espaço simples entre linhas e sem negrito.
    • 5ª linha – em branco.
    • 6ª linha – registrar o termo palavras-chave em negrito (somente a primeira letra em maiúsculo), seguido de dois pontos e de 3 a 5 palavras-chave separadas por ponto e vírgula (sem negrito).
    • 7ª linha – em branco.
    • 8ª linha – na margem esquerda registrar 1 Introdução (todas as letras maiúsculas) em negrito.
    • 9ª linha – iniciar o texto.

As páginas dos trabalhos devem estar devidamente numeradas no canto superior direito, digitadas em editor de texto Word for Windows 2003, em um único lado da folha (convertido para PDF), nas seguintes condições:

    • papel formato A4 (210 x 297 mm).
    • fonte Times New Roman, tamanho 12.
    • espaço entre linhas: simples e sem espaço entre parágrafos.
    • entrada de parágrafo: 1,25 cm.
    • margens: superior 3cm, inferior 2cm, esquerda 3cm, direita 2cm.
    • figuras, gráficos, quadros e tabelas (não usar colorido e faze-las da largura do texto) em fonte Times NewRoman, tamanho 10.
    • os títulos (todas as letras maiúsculas) e subtítulos (somente a primeira letra de cada palavra em maiúsculo) do trabalho devem ser numerados e negritados.
    • as citações e referências devem obedecer as normas atuais da APA.

Normas no formato APA (American Psychological Association)
As citações no texto devem obedecer as normas conforme exemplos a seguir:
um autor – Iudícibus (1997, p. 58) ou (Iudícibus, 1997, p. 58).
dois autores – Mosimann e Fisch (1999, p. 53) ou (Mosimann & Fisch, 1999, p. 53).
Três a cinco autores – Quando um trabalho tem três, quatro ou cinco autores, acrescentar todos os sobrenomes na primeira citação seguida da data de publicação. Nas subsequentes, incluir apenas o sobrenome do primeiro autor seguido de et al. e da data de publicação.
Ex.:
Na primeira vez que for citado: Horngren, Foster e Datar (2000, p. 113) ou (Horngren, Foster & Datar, 2000, p. 113).
A partir da segunda vez que for citado: Horngren et al., 2000, p. 113) ou (Horngren et al., 2000, p. 113).
Seis ou mais autores – Quando um trabalho tem seis ou mais autores, citar no texto apenas o sobrenome do primeiro autor seguido de et al. e a data de publicação, e nas referências acrescentar todos os autores.
Ex.: Rocha et al. (1999) ou (Rocha et al., 1999).

Nas referências:
Livros:
Horngren, C. T.; Foster, G.; & Datar, S. (2000). Contabilidade de custos. (9. ed.) Rio de Janeiro: LTC.

Capítulos de livros:
Guerreiro, R. (1999). Mensuração do resultado econômico. In: A. Catelli (Coord.). Controladoria: uma abordagem da gestão econômica – GECON. (pp. 81-102). São Paulo: Atlas.

Artigos de periódicos:
Libonati, J. J.; & Miranda, L. C. (2004). Medidas utilizadas na avaliação do desempenho da área de suprimentos: um estudo exploratório. UnB Contábil, 7(1), p. 85-104.
Oyadomari, J. C. T., Aguiar, A. B., Yen-tsang, C., Cardoso, R. L., & Lima, R. G. D. (2014). Associações entre informações, desempenho da controladoria, desempenho gerencial e organizacional: um estudo exploratório. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, 8(3), pp. 309-325.

Artigo on line (retirado da internet):
Silva, L. M. (2012). Contabilidade pública: reflexões sobre a governança pública. Revista Abracicon Saber. 1(1), pp. 15-19. Recuperado em 7 dezembro, 2014, de http://www.abracicon.org/index.php/publicacoes/revista-abracicon-saber/item/revista.

Trabalhos de anais:
Carastan, J. T. (1999). Custo meta e custo padrão como instrumentos do planejamento empresarial para obter vantagem competitiva. Anais do Congresso Brasileiro de Custos, São Leopoldo, RS, Brasil, 6.

Dissertações e teses:
Lima, A. L. A. (2000). Análise das congruências com vistas à harmonização das formas de contabilização de derivativos entre Brasil e Argentina. Dissertação de Mestrado em Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Consórcio Doutoral e Mestral

O Consórcio Doutoral e Mestral da ANPCONT compreende uma sistemática de mesa redonda para discussão de projetos de tese de doutorado e dissertação de mestrado de alunos de PPGC, com o objetivo de contribuir em geral para a pesquisa na área contábil e, em particular para a qualidade das pesquisas a serem defendidas.

O Consórcio Doutoral e Mestral da ANPCONT é uma atividade associada ao Congresso ANPCONT e, a partir de 2017, ocorre durante o Congresso.

A proposta resumida dos projetos de tese e de dissertação de alunos de PPGC deve ser submetida de forma eletrônica pelo site da ANPCONT. Em seguida lhe será enviada mensagem de confirmação do recebimento.

Cada aluno poderá submeter um único projeto. Cada orientador poderá participar da submissão de 1 (um) projeto para o Consórcio Doutoral e 1 (um) para o Consórcio Mestral.

Os projetos deverão conter, obrigatoriamente, o nome do orientador e do aluno.

Formato dos projetos

A proposta resumida do projeto de tese ou de dissertação é um documento objetivo, um ponto de partida bem estruturado, contendo registro de ideias e fundamentações para desenvolvimento do trabalho. Os principais elementos da proposta constituem a base para avanço da pesquisa.

A proposta a ser submetida para o Consórcio Doutoral e Mestral da ANPCONT deve ter no máximo cinco páginas, com espaço simples, margens (esquerda e superior = 3 cm e direita e inferior = 2 cm) e fonte Times News Roman de 12 pontos, em arquivo PDF.

A palavra de ordem neste caso é objetividade no registro da intenção da pesquisa.

Os itens a seguir devem estar presentes no documento.

Título do trabalho (todas as letras maiúsculas) centralizado, negrito e fonte 12 Times New Roman.

Deixe uma linha em branco e registre a área temática do evento.

Deixe uma linha em branco e registre o texto:

Problema, Objetivos e Questão de pesquisa;

Relevância do estudo;

Limitações e delimitações do estudo;

Fundamentação teórica (literatura essencial);

Método;

Contribuição e impacto esperado;

Principais referências;

Principais diretrizes para referências

Livros:
Horngren, C. T.; Foster, G.; & Datar, S. (2000). Contabilidade de custos. (9. ed.) Rio de Janeiro: LTC. Capítulos de livros: Guerreiro, R. (1999). Mensuração do resultado econômico. In: A. Catelli (Coord.). Controladoria: uma abordagem da gestão econômica – GECON. (pp. 81-102). São Paulo: Atlas.

Artigos de periódicos:
Libonati, J. J.; & Miranda, L. C. (2004). Medidas utilizadas na aval- iação do desempenho da área de suprimentos: um estudo ex- ploratório. UnB Contábil, 7(1), p. 85-104. Oyadomari, J. C. T., Aguiar, A. B., Yen-tsang, C., Cardoso, R. L., & Lima, R. G. D. (2014). Associações entre informações, desempen- ho da controladoria, desempenho gerencial e organizacional: um estudo exploratório. Revista de Educação e Pesquisa em Contabili- dade, 8(3), pp. 309-325.

Artigo on line (retirado da internet):
Silva, L. M. (2012). Contabilidade pública: reflexões sobre a gover- nança pública. Revista Abracicon Saber. 1(1), pp. 15-19. Recupera- do em 7 dezembro, 2014, de http://www.abracicon.org/index.php/- publicacoes/revista-abracicon-saber/item/revista.

Trabalhos de anais:
Carastan, J. T. (1999). Custo meta e custo padrão como instrumen- tos do planejamento empresarial para obter vantagem competitiva. Anais do Congresso Brasileiro de Custos, São Leopoldo, RS, Brasil, 6.

Dissertações e teses:
Lima, A. L. A. (2000). Análise das congruências com vistas à har- monização das formas de contabilização de derivativos entre Brasil e Argentina. Dissertação de Mestrado em Administração, Universi- dade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Dissertações e teses:
Lima, A. L. A. (2000). Análise das congruências com vistas à harmonização das formas de contabilização de derivativos entre Brasil e Argentina. Dissertação de Mestrado em Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Iniciação Científica

Com o objetivo de incentivar a Iniciação Científica nos cursos de graduação em Ciências Contábeis e como forma de criar mecanismos de fortalecimento da integração desta modalidade com a Pós-Graduação, haverá um espaço nas galerias do evento para exposição de banners que divulguem pesquisas realizadas por acadêmicos de Iniciação Científica.

Caso o trabalho seja aprovado, obrigatoriamente um dos alunos de graduação que seja autor do trabalho deverá fazer sua inscrição no evento, para que o trabalho possa ser apresentado durante o mesmo.

O envio dos artigos ao XIII Congresso ANPCONT deve ser de forma eletrônica pelo site da ANPCONT. Em seguida lhe será enviada mensagem de confirmação do recebimento.

A autoria do trabalho está limitada a quatro pessoas, sendo, no máximo, três alunos de Iniciação Científica e, um coordenador.

Os trabalhos de autoria ou coautoria submetidos por diretores da ANPCONT e/ou coordenadores de área não concorrerão à premiação entre os melhores trabalhos de iniciação científica.

Os trabalhos que contiverem identificação serão eliminados do processo.

Formato dos ICs

    • 1ª linha – o título do trabalho centralizado (todas as letras maiúsculas) em negrito.
    • 2ª linha – em branco, sem qualquer tipo de identificação do(s) autor(es).
    • 3ª linha – na margem esquerda registrar a palavra resumo (todas as letras maiúsculas) em negrito.
    • 4ª linha – escrever o resumo (no idioma do texto) em até 20 linhas, em um único parágrafo (sem entrada de parágrafo), espaço simples entre linhas e sem negrito.
    • 5ª linha – em branco.
    • 6ª linha – registrar o termo palavras-chave em negrito (somente a primeira letra em maiúsculo), seguido de dois pontos e de 3 a 5 palavras-chave separadas por ponto e vírgula (sem negrito).
    • 7ª linha – em branco.
    • 8ª linha – na margem esquerda registrar 1 Introdução (todas as letras maiúsculas) em negrito.
    • 9ª linha – iniciar o texto.

Para submissão dos trabalhos na 9ª Mostra de Iniciação Científica ANPCONT devem ser observadas as seguintes normas editoriais:

Título do trabalho (todas as letras maiúsculas) centralizado, negrito e fonte 12 Times New Roman.
As páginas do trabalho devem estar devidamente numeradas no canto superior direito, digitadas em editor de texto Word for Windows 2003, em um único lado da folha, nas seguintes condições:
Papel formato A4 (210 x 297 mm).
Limite mínimo 10 e máximo 17 páginas (para o arquivo em pdf).
Fonte Times New Roman, tamanho 12.
Espaço entre linhas: simples e sem espaço entre parágrafos.
Entrada de parágrafo: 1,25 cm.
Margens: superior 3cm, inferior 2cm, esquerda 3cm, direita 2cm.
Figuras, gráficos, quadros e tabelas (não usar colorido) em fonte Times New Roman, tamanho 10.
Os títulos (todas as letras maiúsculas) e subtítulos (somente a primeira letra de cada palavra em maiúsculo) do artigo devem ser numerados e negritados.
As citações e referências devem obedecer às normas atuais da APA.
Normas no formato APA (American Psychological Association)

As citações no texto devem obedecer às normas conforme exemplos a seguir:
um autor – Iudícibus (1997, p. 58) ou (Iudícibus, 1997, p. 58).
dois autores – Mosimann e Fisch (1999, p. 53) ou (Mosimann & Fisch, 1999, p. 53).
Três a cinco autores – Quando um trabalho tem três, quatro ou cinco autores, acrescentar todos os sobrenomes na primeira citação seguida da data de publicação. Nas subsequentes, incluir apenas o sobrenome do primeiro autor seguido de et al. e da data de publicação.
Ex.:
Na primeira vez que for citado: Horngren, Foster e Datar (2000, p. 113) ou (Horngren, Foster & Datar, 2000, p. 113).
A partir da segunda vez que for citado: Horngren et al., 2000, p. 113) ou (Horngren et al., 2000, p. 113).
Seis ou mais autores – Quando um trabalho tem seis ou mais autores, citar no texto apenas o sobrenome do primeiro autor seguido de et al. e a data de publicação, e nas referências acrescentar todos os autores.
Ex.: Rocha et al. (1999) ou (Rocha et al., 1999).

Nas referências:
Livros:
Horngren, C. T.; Foster, G.; & Datar, S. (2000). Contabilidade de custos. (9. ed.) Rio de Janeiro: LTC.

Capítulos de livros:
Guerreiro, R. (1999). Mensuração do resultado econômico. In: A. Catelli (Coord.). Controladoria: uma abordagem da gestão econômica – GECON. (pp. 81-102). São Paulo: Atlas.

Artigos de periódicos:
Libonati, J. J.; & Miranda, L. C. (2004). Medidas utilizadas na avaliação do desempenho da área de suprimentos: um estudo exploratório. UnB Contábil, 7(1), p. 85-104.
Oyadomari, J. C. T., Aguiar, A. B., Yen-tsang, C., Cardoso, R. L., & Lima, R. G. D. (2014). Associações entre informações, desempenho da controladoria, desempenho gerencial e organizacional: um estudo exploratório. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, 8(3), pp. 309-325.

Artigo on line (retirado da internet):
Silva, L. M. (2012). Contabilidade pública: reflexões sobre a governança pública. Revista Abracicon Saber. 1(1), pp. 15-19. Recuperado em 7 dezembro, 2014, de http://www.abracicon.org/index.php/publicacoes/revista-abracicon-saber/item/revista.

Trabalhos de anais:
Carastan, J. T. (1999). Custo meta e custo padrão como instrumentos do planejamento empresarial para obter vantagem competitiva. Anais do Congresso Brasileiro de Custos, São Leopoldo, RS, Brasil, 6.

Dissertações e teses:
Lima, A. L. A. (2000). Análise das congruências com vistas à harmonização das formas de contabilização de derivativos entre Brasil e Argentina. Dissertação de Mestrado em Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Critérios de Julgamento

Com a missão de \”promover e fomentar o desenvolvimento dos programas de Pós-Graduação stricto sensu em Ciências Contábeis que operam no Brasil\”, a ANPCONT promove a décima terceira edição de seu Congresso. Nesse sentido, busca receber trabalhos produzidos por professores, alunos de graduação e pós-graduação, pesquisadores e profissionais do Brasil e do exterior.

Os trabalhos completos são submetidos à apreciação do Comitê Científico do XIII Congresso ANPCONT e encaminhados pelos respectivos coordenadores de área para avaliação no sistema double blind review para dois ou três avaliadores ad hoc, todos doutores e pesquisadores na área. Os trabalhos submetidos ao IC poderão ser avaliados por mestres. Os originais são analisados quanto à inovação, profundidade, clareza, referencial teórico, análise dos resultados e conclusões apresentadas.

Os critérios de seleção dos trabalhos em cada área seguem a ordem de classificação por conceitos e, dentro de um mesmo conceito pelas médias das notas de ambos os avaliadores. Os trabalhos aprovados são os que obtêm os conceitos AA, AB e BB. No caso de divergências (e.g., A e C) entre os dois avaliadores inicialmente apontados, um terceiro é consultado. Nesse caso, a média final é composta pela nota dos três avaliadores.

Critérios de avaliação

Visando cumprir a missão da ANPCONT, considerando os temas selecionados para o XIII Congresso ANPCONT, foram elaboradas diretrizes para orientar de forma criteriosa a análise e seleção dos trabalhos.

O formulário de avaliação contém os itens, seus respectivos pesos, espaço para registrar as notas, conceitos e comentários, como segue:

Item a ser avaliado no conteúdo do texto Peso
Originalidade do trabalho e relevância do tema 1
Pertinência do título e qualidade do resumo 2
Adequação e qualidade da introdução do trabalho 2
Qualidade da revisão de literatura 2
Consistência teórica do trabalho 3
Metodologia utilizada (adequação e qualidade) 2
Análise de dados e resultados: articulação, teórica e metodológica da interpretação 3
Clareza, pertinência e consecução dos objetivos 2
Conclusões: fundamento, coerência e alcance 2
Qualidade da redação e organização do texto (ortografia, gramática, clareza, objetividade e estrutura formal) 1
MÉDIA FINAL
CONCEITO (A, B, C ou D)
PONTOS FORTES
PONTOS FRACOS
O formulário de avaliação contém os itens, seus respectivos pesos, espaço para registrar as notas, conceitos e comentários, como segue:

Item a ser avaliado no conteúdo do texto Peso
Originalidade do trabalho e relevância do tema 1
Pertinência do título e qualidade do resumo 2
Adequação e qualidade da delimitação da situação-problema e/ou oportunidade a ser estudada 2
Caracterização da organização/setor/contexto em análise 2
Utilização de abordagens teórico-científicas para sustentar o diagnóstico da situação-problema e/ou oportunidade de melhoria 3
Descrição do processo e dos procedimentos utilizados para levantamento de dados e informações relevantes para a análise da situação 2
Apresentação e discussão das possíveis alternativas para a resolução da situação-problema ou para a exploração/desenvolvimento da oportunidade de melhoria/inovação 3
Apresentação dos benefícios gerados pelas alternativas indicadas para a resolução da situação-problema e/ou de oportunidade de melhoria/inovação, tanto para a organização/realidade investigada, quanto para pessoas e grupos envolvidos, interna e externamente 2
Replicabilidade da solução encontrada no estudo em novos problemas/organizações 2
Qualidade da redação e organização do texto (ortografia, gramática, clareza, objetividade e estrutura formal) 1
MÉDIA FINAL
CONCEITO (A, B, C ou D)
PONTOS FORTES
PONTOS FRACOS
O formulário de avaliação contém os itens, seus respectivos pesos, espaço para registrar as notas, conceitos e comentários, como segue:

Item a ser avaliado no conteúdo do texto Peso
Originalidade do trabalho e relevância do tema 2
Pertinência do objetivo e problema de pesquisa 2
Justificativa para a pesquisa 2
Consistência teórica preliminar 1
Metodologia proposta 2
Qualidade da redação 1
MÉDIA FINAL
CONCEITO (A, B, C ou D)
PONTOS FORTES
PONTOS FRACOS
O formulário de avaliação contém os itens, seus respectivos pesos, espaço para registrar as notas, conceitos e comentários, como segue:

Item a ser avaliado no conteúdo do texto Peso
Originalidade do trabalho e relevância do tema 1
Pertinência do título e qualidade do resumo 2
Adequação e qualidade da introdução do trabalho 2
Qualidade da revisão de literatura 2
Consistência teórica do trabalho 3
Metodologia utilizada (adequação e qualidade) 2
Análise de dados e resultados: articulação, teórica e metodológica da interpretação 3
Clareza, pertinência e consecução dos objetivos 2
Conclusões: fundamento, coerência e alcance 2
Qualidade da redação e organização do texto (ortografia, gramática, clareza, objetividade e estrutura formal) 1
MÉDIA FINAL
CONCEITO (A, B, C ou D)
PONTOS FORTES
PONTOS FRACOS

Avaliação dos Pareceres

Gostaríamos de ter sua opinião quanto ao parecer que recebeu sobre o trabalho submetido ao Anpcont. Assim, após receber a avaliação que foi feita do seu texto, responda ao questionário abaixo.

Esta avaliação tem por objetivo conscientizar o pesquisador, que disponibilizou seu tempo para colaborar com a seleção dos trabalhos submetidos ao Congresso Anpcont, quanto à sua percepção sobre a forma como ele (a) expressou sua opinião.

Categoria: (Informação automática)

    • Artigo Científico
    • Artigo Tecnológico
    • Projeto de tese
    • Projeto de dissertação
    • IC

Código do trabalho: (Informação automática)

Título do trabalho: (Informação automática)

O avaliador fundamentou sua opinião sobre o trabalho? (  ) SIM (  ) NÃO

Se, sim:

Os termos foram, cientificamente, adequados? (  ) SIM (  ) NÃO

A crítica foi construtiva? (  ) SIM (  ) NÃO

Pelos argumentos utilizados, o avaliador demonstrou conhecimento sobre o tema e/ou metodologia da pesquisa? (  ) SIM (  ) NÃO

Qual o conceito que atribui à avaliação que recebeu? (  )muito boa (  ) boa (  ) ruim

Programa Anfitrião

Edilson Paulo, Dr.
Luiz Felipe de Araújo Pontes Girão, Dr.
Simone Bastos Paiva, Dra.

Local

O XIII Congresso Anpcont será realizado em São Paulo /SP, na Fecap – Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado – Campus Liberdade.

Fecap – Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado
Endereço: Av. Liberdade, 532 (próximo à estação Liberdade do metrô)
Liberdade, São Paulo – SP / CEP: 01502-001
Telefone: (11) 3272-2222

Opções de Hospedagem.

Hotel Leques –  http://www.lequesbrasil.com.br/
R. São Joaquim, 216 – Liberdade (550 metros do local do evento)
Tel: (11) 3019-4306
Email:  reservas@lequesbrasil.com.br

Hotel Mercure São Paulo Bela Vista –  https://www.accorhotels.com/pt-br/hotel-
3626-mercure-sao-paulo-bela-vista-hotel/index.shtml
Rua Maestro Cardim, 407 – Paraiso (1 km do local do evento)
Tel: (11) 2853-7000
Email:  H3626-RE@accor.com.br

Hotel Palm Leaf –  http://www.palmleafhotels.com.br/hotel-palmleaf-slim/
R. Galvão Bueno, 700 – Liberdade (700 metros do local do evento)
Tel:  0800 028 1103
Email:  reservas@palmleafhotels.com.br

EZ ACLIMAÇÃO HOTEL –  https://www.ezhoteis.com.br/
Av. Armando Ferrentini, 668 – Aclimação (3,4 Km do local do evento)
Tel: 11 3346-7799
Email:  reservas@ezhoteis.com.br
Nikkey Palace Hotel –  http://nikkeyhotel.com.br/
R. Galvão Bueno, 425 – Liberdade (500  metros do local do evento)
Tel: (11) 3207-8577
Email:  reservas@nikkeyhotel.com.br

Suporte com hospedagens ou emissão de bilhetes aéreos

SKL Eventos e Turismo
Email:  skl@skl.tur.br
Tel: (21) 2523-8585

Programação

Programação Sintética

Dia 15/06/19 – Sábado

Horário Atividades Programadas
10h00 às 12h30 Assembleia da Anpcont
13:00 às 19h00 Credenciamentos, Recebimento de congressistas e entrega de material
14h00 às 18h00 Oficinas
14h00 às 15h30 Workshop de Editores de Periódicos de Contabilidade
15h30 às 16h00 Coffee Break
16h00 às 18h30 Consórcio Doutoral e Mestral
19h30 às 20h00 Abertura oficial do evento
20h00 às 21h30 Palestra de Abertura: Professor Wim A. Van der Stede
21h30 às 23h00 Coquetel de Boas Vindas

Dia 16/06/19 – Domingo

Horário Atividades Programadas
08h30 às10h00 Sessão de Apresentação de Trabalhos – tradicional
10h00 às10h30 Coffee Break
10h30 às 12h00 Palestra 2: Professor Philip Joos
12h00 às 14h00 Almoço Livre
14h00 às 16h00 Sessão de Apresentação de Trabalhos – tradicional
14h00 às 16h00 Sessão de Apresentação de Trabalhos – especial
16h00 às 16h30 Coffee Break
16h30 às 18h00 Workshop Stakeholders dos Periódicos de Contabilidade
18h00 às 20h30 Workshop: Órgãos de Fomento/Avaliação

Dia 17/06/19 – Segunda-Feira

Horário Atividades Programadas
08h30 às 10h00 Sessão de Apresentação de Trabalhos – tradicional
10h00 às 10h30 Coffee Break
10h00 às 10h30 10ª mostra de Iniciação Científica – visita aos banners e entrega de certificados
10h30 às 12h00 Palestra 3: Professor Nicholas McGuigan
12h00 às 14h00 Almoço Livre
14h00 às 16h00 Sessão de Apresentação de Trabalhos – tradicional
16h00 às 16h30 Coffee Break
16h30 às 18h00 Workshop de Pesquisa em Contabilidade – atividades das áreas temáticas
20h30 às 00:30 Premiação e jantar

Dia 18/06/19 – Terça-Feira

Horário Atividades Programadas
08h30 às 10h30 Sessão de Apresentação de Trabalhos – tradicional
10h30 às 11h00 Coffee Break
11h00 às 12h30 Palestra 4: Professor David L. Eckles
12h30 às 13h00 Sessão de Encerramento

Template para Apresentações

Baixe aqui o template para apresentação.

Informações

Ao efetivar a inscrição para participar do “Congresso Anpcont”, o PARTICIPANTE declara estar de acordo com as condições gerais especificadas a seguir:

    • 1. Inscrição
        • 1.1. O PARTICIPANTE deve realizar sua inscrição pelo site do evento, sendo de sua responsabilidade o preenchimento correto de todas as informações solicitadas.
            • 1.1.1. O PARTICIPANTE se responsabiliza integralmente pela veracidade dos dados informados no ato de sua inscrição.
        • 1.2. A inscrição do PARTICIPANTE será confirmada pela quitação do valor da inscrição, de acordo com a forma de pagamento selecionada.
            • 1.2.1. O valor de inscrição varia de acordo com o grau de formação acadêmica do PARTICIPANTE e demais condições especificadas no site do evento.
        • 1.3. O valor da inscrição possibilita ao PARTICIPANTE acesso às atividades oficiais do congresso, incluindo palestras, fóruns, apresentações de trabalhos, oficinas e coffee break durante o evento, jantar de premiação, bem como, dá direito ao kit congressista.
    • 2. Certificado de Participação
        • 2.1. Será emitido certificado de participação após 15 dias do evento.
    • 3. Direito de Imagem
        • 3.1. A imagem e voz do PARTICIPANTE poderão ser registradas durante o evento, sendo que esses registros e o nome do PARTICIPANTE poderão ser utilizados gratuitamente pela Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Contabilidade – Anpcont, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 07.992.477/0001-40, em quaisquer meios, em todo o território nacional e internacional, sem limitação de tempo, desde que os usos sejam relacionados à divulgação do evento.

Valores das Inscrições

Até 30/04/2019 De 01/05/2019 a 31/05/2019* **
Acadêmicos de IC com exposição de banner R$ 250,00 R$ 300,00
Estudante de Mestrado e Doutorado R$ 450,00 R$ 500,00
Professor/pesquisador R$ 700,00 R$ 800,00

* As inscrições serão interrompidas quando o número de participantes for atingido.
** Ultrapassado o prazo final de inscrições (31/05/2019), caso haja vagas remanescentes, o congresso poderá, a seu critério, oferecer tais vagas com o valor da inscrição fixado em R$800,00, independentemente da categoria pertencente.

Instruções para Coordenadores e Debatedores

INSTRUÇÕES PARA COORDENADORES E DEBATEDORES SESSÕES DE APRESENTAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS

SESSÕES DE APRESENTAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS

  • 1) Sessão Tradicional de Trabalhos
      • 1.1) Duração da Sessão Tradicional
        Nas Sessões Convencionais são apresentados três ou quatro trabalhos por sessão. Do tempo destinado à sessão, para cada um dos trabalhos o respectivo autor terá 20 minutos para fazer a exposição oral, com projeção em multimídia, e o coordenador e plateia 10 minutos para discussão.
      • 1.2) Papel do Coordenador da Sessão Tradicional
        O Coordenador da Sessão Tradicional tem o papel de abrir a sessão, expor as regras de tempo de cada um, controlar o tempo das apresentações, coordenar o debate com a plateia e encerrar a sessão. Nesta Sessão, ao final de cada apresentação ocorre a interação com a plateia; antes disso, é importante que o coordenador faça algum comentário relacionado ao trabalho. O controle do tempo é relevante para que o último trabalho da sessão não fique prejudicado.
  • 2) Sessão Especial de Trabalhos
      • 2.1) Duração da Sessão Especial
        Em cada Sessão Especial é debatido um trabalho. Da 1h destinada à sessão, o(s) autor(res) terá(ão) 15 minutos para a exposição do trabalho e o coordenador/debatedor terá 15 minutos para exposição de suas críticas, ambos com uso de projetor multimídia. Os 30 minutos finais são para o debate, incluindo a plateia.
        É imprescindível que todos os participantes desta sessão tenham lido o trabalho que está sendo apresentado.
      • 2.2) Papel do Coordenador/Debatedor da Sessão Especial:
        O coordenador/debatedor tem o duplo papel de, ao mesmo tempo, coordenar e debater o trabalho na sessão. Assim, deverá controlar o tempo de apresentação do autor e o seu próprio tempo de apresentação e da interação com a plateia. Neste sentido, terá que preparar previamente uma apresentação dos principais pontos fortes e fracos do trabalho, além de sugestões de melhoria. Uma cópia dessa apresentação (impressa ou eletrônica) deve ser entregue ao(s) autor(es) do trabalho. Após a apresentação os autores das Sessões Especiais serão convidados a submeter os trabalhos no Fast Track do ASAA Journal (Advances in Scientific and Applied Accounting). Assim, o papel dos coordenadores/debatedores na Sessão Especial, também, corresponde ao de um coeditor, que discute com os autores os ajustes finais necessários para publicação do artigo no periódico, embora este já tenha recebido o parecer dos avaliadores ad hoc do Congresso. Caso seja de interesse do autor, o editor do ASAA – Advances in Scientific and Applied Accounting receberá o artigo e em regime de Fast Track dará prosseguimento à avaliação, até a fase de publicação no periódico em caso de aprovação.

CONSÓRCIOS

Os consórcios compreenderão sessões para discussão de projetos de tese de doutorado e dissertação de mestrado, visando a contribuição para o desenvolvimento e qualidade da pesquisa. Os autores foram orientados a submeterem um documento objetivo, contendo a proposta básica e as fundamentações para seu desenvolvimento. Os textos deveriam ter no máximo cinco páginas.

  • 1) Consórcio Doutoral
    O consórcio doutoral compreende a avaliação de projetos de teses de doutorado.

      • 1.1) Duração do Consórcio Doutoral
        No Consórcio Doutoral cada projeto terá: 20 minutos de apresentação pelo autor (sem projeção multimídia), 20 minutos de críticas do debatedor, 20 minutos de debate entre autor e debatedor.
      • 1.2) Papel do Debatedor no Consórcio Doutoral
        O Coordenador/debatedor da Sessão Consórcio Doutoral deve abrir a sessão, expor as regras de tempo e fazer o controle deste. Apresentar, depois da exposição do autor, suas contribuições para a pesquisa em questão, lembrando-se do seu caráter construtivo. Na sequência das apresentações individuais, inicia-se o debate entre as partes. Havendo tempo, pode-se permitir a participação da plateia.
  • 2) Consórcio Mestral
    O consórcio mestral compreende a avaliação de projetos de dissertações de mestrado.

      • 2.1) Duração do Consórcio Mestral
        No Consórcio Mestral cada projeto terá: 10 minutos de apresentação pelo autor (sem projeção multimídia), 10 minutos de críticas do debatedor, 10 minutos de debate entre autor e debatedor.
      • 2.2) Papel do Debatedor no Consórcio Mestral
        Assim como no Doutoral, no Consórcio Mestral, o Coordenador/debatedor da Sessão faz a abertura, expõe as regras de tempo e faz o controle deste. Ele deve apresentar, depois da exposição do autor, suas contribuições para a pesquisa em questão, lembrando-se do seu caráter construtivo. Na sequência das apresentações individuais, inicia-se o debate entre as partes. Havendo tempo, pode-se permitir a participação da plateia.

Palestrantes Internacionais

Professor Wim A. Van der Stede

(http://www.lse.ac.uk/accounting/people/academic-faculty/wim-a-van-der-stede)

Presentation Title:Accounting and governance: how accounting undergirds sustainable performance.

Título da Apresentação:Contabilidade e governança: como a contabilidade suporta o desempenho sustentável.

Biografia resumida:

Wim A. Van der Stede is the CIMA Professor of Accounting and Financial Management at the London School of Economics, where he is also Head of Department since 2012. Wim’s research interests primarily focus on the study of management control systems, with a particular interest in performance measurement, evaluation, and incentive systems. Wim has published in several academic and practitioner journals in these areas and is the co-author of the leading text on Management Control Systems. Wim has won several awards for his research, as well as for his teaching, including the AAA Notable Contribution to Management Accounting Literature Award (twice). Wim has been the President of the Management Accounting Section of the American Accounting Association (AAA), Chair of the Publications Committee of the European Accounting Association (EAA), and currently serves on the AAA Board as a Director (International). Wim is on the Editorial Board of a dozen journals, and is currently the Editor-in-Chief of Management Accounting Research. Wim appears regularly at academic and practitioner conferences around the world as a keynote speaker, panelist, presenter or discussant, including for CFOs, controllers and a range of financial professionals. Wim is the author or co-author of about 30 cases which are used in classrooms around the world.


Professor Philip Joos

(https://www.tilburguniversity.edu/webwijs/show/philjoos/)

Presentation Title:How can research address the trends in corporate reporting.

Título da Apresentação:Como as pesquisas podem abordar as tendências no corporate reporting.

Biografia resumida:

Philip Joos is professor of accounting at the Tilburg School of Economics and Management (TiSEM) of Tilburg University (the Netherlands). After graduating from Stanford University, he became a professor at the University of Rochester (US) before joining Tilburg University in 2005. He is currently the President of the European Accounting Association (2017-19) and is one of the founders of the EAA Accounting Research Center (ARC) and organizers of the EAA PhD Forum. His research is situated in the area of empirical financial accounting investigating topics such as earnings prediction, accounting-based equity valuation (also in the context of R&D firms), default risk assessment, disclosures of initial public offerings, and implementation effects of IFRS. Prof. Joos published in international academic journals such as the Journal of Accounting Research, Accounting Review, Journal of Business Finance & Accounting, Journal of Accounting, Auditing & Finance, the European Accounting Review, Financial Management, Journal of International Accounting Research. He has been a member of several editorial boards of international accounting journals.


Professor David L. Eckles

(http://www.terry.uga.edu/directory/risk-management/david-eckles)

Presentation Title: Enterprise Risk Management: An International Review.

Título da Apresentação:Gestão de risco empresarial: uma revisão internacional.

Biografia resumida:

David L. Eckles is a Professor of Risk Management and Insurance at the University of Georgia. At the University of Georgia, Dr. Eckles currently teaches in the undergraduate, MBA, and Ph.D. program. He is both the coordinator for the risk management and insurance internship program as well as the Graduate Coordinator for the risk management and insurance Ph.D. program. Prior to joining the faculty in 2005, Dr. Eckles was on faculty in the finance department at Georgia Southern University. He was three times awarded the Les B. Strickler Innovation in Instruction Award by the American Risk and Insurance Association (ARIA).

Dr. Eckles received an undergraduate degree in risk management and insurance and finance from the University of Georgia. He received an M.A. and Ph.D. from the Wharton School of the University of Pennsylvania where he was an S.S. Huebner Fellow. While at the University of Pennsylvania, Dr. Eckles was also a Sloan Fellow at the Wharton Financial Institution Center.

His research interests include insurance company efficiency, insurer reserving practices, insurer regulation issues, and enterprise risk management. He has published articles in the top academic journals, including the Journal of Risk and Insurance, the Geneva Risk and Insurance Review, North American Actuarial Journal, Journal of Banking and Finance, among others. He is also currently the Vice President of the Western Risk and Insurance Association and is a former President of the Southern Risk and Insurance Association. He has also been a member of the American Risk and Insurance Association and the Risk Theory Society since 2003.


Associate Professor Nicholas McGuigan

(https://research.monash.edu/en/persons/nicholas-mcguigan)

Presentation Title:Framing Accountable Societies for Accountability: Redesigning Accounting and Accounting Education for the 21st Century.

Título da Apresentação:Concebendo sociedades responsáveis pelo accountability: redesenhando a contabilidade e a educação contábil para século 21.

Biografia resumida:

Nick works as an Innovator, Instigator and Disruptor to create future-oriented business education programs that focus on innovation, creativity and design thinking. He has a particular passion for accountability where he co-founded The Accountability Institute – a progressive platform with an aim of fostering collaborations between art, science, technology and economics, bringing these fields into conversation to create a new language of business – a language of accountability. He researches in the areas of integrated thinking, learning technologies, holistic systems design and regenerative economics. This has led to the awarding of competitive research funds of over a million Australian dollars, including Federal State level grants in both Australia and Germany. He has published widely in international accounting and education journals, been invited to present at research centres and professional organisations in the UK, US Europe, Australia and New Zealand. He serves on boards and committees of the American Accounting Association (AAA) and the Accounting and Finance Association of Australia and New Zealand (AFAANZ). Nick is an Associate Editor of Accounting Education, Issues in Accounting Education and Higher Education and Research (HERD) journal. He instigated Monash Business School’s newly created Artist-In-Residency program, conceptually designed the world’s first ever accounting perfume and together with the accounting profession is embarking on research that investigates what a future accounting profession may look like.

Regras Gerais

Ao efetivar a submissão de trabalhos no “Congresso Anpcont”, o AUTOR e COAUTORES declaram estar de acordo com as condições gerais especificadas a seguir.

O limite de trabalhos que podem ser submetidos em cada uma das categorias, por autor ou coautor é de:

a) Artigos Científicos e/ou Tecnológicos: três artigos por autor (incluindo coautoria) e no máximo quatro autores por trabalho

b) Consórcio Doutoral e Mestral: uma proposta por aluno e o nome do orientador deve, obrigatoriamente, constar nos projetos.

c) Iniciação Científica: uma proposta de IC, limitada a quatro pessoas, sendo, no máximo, três alunos de Iniciação Científica e, um coordenador.

Assim, um autor ou coautor pode submeter até três artigos, um projeto de consórcio e um IC; caso este autor aprove todas as submissões, teria 5 trabalhos.

Para submissão de trabalhos todos os autores, coautores, orientadores e coordenadores devem estar previamente cadastrados no site do evento.

Não será aceita múltipla submissão do mesmo trabalho.

Serão aceitos trabalhos submetidos em português, inglês ou espanhol.

A versão em PDF enviada será definitiva.

Não será aceita qualquer modificação (inclusão, exclusão, substituição, ou alteração de nome, e-mail, ou instituição) de autor (es) ou coautor (es) , após a submissão.

Agradecimento deve ser exclusivamente institucional.

Antes de realizar o upload de trabalhos, certifique-se de que os arquivos não estejam infectados com vírus. Trabalhos que não atendam a essa exigência serão excluídos.

No ato da submissão dos trabalhos certifique-se de sua opção: artigo científico, artigo tecnológico, consórcio doutoral, consórcio mestral e iniciação científica, estando ciente que a opção escolhida não poderá ser alterada.

Ao fazer a submissão o(s) autor(es) declara(m) estar ciente(s) e concordar(em) com todos os critérios e regras estipulados pelo organização do evento. Caso haja divergência, o trabalho será excluído pela comissão organizadora.

O não comparecimento ao XIII Congresso ANPCONT para apresentação de trabalho aceito, implicará o impedimento do(s) autor(es) de submeter(em) trabalhos para o congresso do ano subsequente.

Ao submeter seu trabalho, o autor aceita compulsoriamente ser avaliador no evento. A seleção dos avaliadores estará a cargo dos coordenadores, a partir do perfil estabelecido pela Diretoria Científica.

Artigos Tecnológicos

O artigo tecnológico é o produto final de uma pesquisa aplicada ou produto tecnológico que relate especialmente, de forma precisa e objetiva, o problema a ser estudado e o resultado ou a solução estabelecida para a situação-problema. Portanto, deve ter abordagem, predominante, na solução de problemas e oportunidades de melhoria.

Para mais detalhamento do tema sugere-se a leitura do seguinte Editorial: Motta, G. S. (2017). Editorial: – Como Escrever um Bom Artigo Tecnológico? Revista de Administração Contemporânea, 21(5), 0-0. (http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552017000500004#B7).

É imprescindível que os artigos submetidos sejam inéditos, isto é, não tenham sido enviados para publicação em outro evento ou periódico. Os artigos podem ser redigidos em português, espanhol ou inglês, com no mínimo 10 páginas e no máximo 17 páginas.

O envio dos artigos ao XIII Congresso ANPCONT deve ser de forma eletrônica pelo site da ANPCONT. Em seguida lhe será enviada mensagem de confirmação do recebimento.

O limite de submissão de artigos científicos e/ou tecnológicos por autor (incluindo coautoria) é de no máximo três artigos e o número máximo de autores por trabalho é de quatro.

Ressalta-se que cada autor ou coautor só poderá apresentar um artigo aprovado no XIII Congresso ANPCONT.

Os artigos de autoria ou coautoria submetidos por diretores da ANPCONT e/ou coordenadores de área não concorrerão à premiação entre os melhores.

Os artigos que contiverem identificação serão eliminados do processo.

Formato do artigo

O artigo tecnológico deve conter:

    • 1ª linha – o título do trabalho centralizado (todas as letras maiúsculas) em negrito.
    • 2ª linha – em branco, sem qualquer tipo de identificação do(s) autor(es).
    • 3ª linha – na margem esquerda registrar a palavra resumo (todas as letras maiúsculas) em negrito.
    • 4ª linha – escrever o resumo (no idioma do texto) em até 20 linhas, em um único parágrafo (sem entrada de parágrafo), espaço simples entre linhas e sem negrito.
    • 5ª linha – em branco.
    • 6ª linha – registrar o termo palavras-chave em negrito (somente a primeira letra em maiúsculo), seguido de dois pontos e de 3 a 5 palavras-chave separadas por ponto e vírgula (sem negrito).
    • 7ª linha – em branco.
    • 8ª linha – na margem esquerda registrar 1 Introdução (todas as letras maiúsculas) em negrito.
    • 9ª linha – iniciar o texto.

As páginas dos artigos tecnológicos devem estar devidamente numeradas no canto superior direito, digitadas em editor de texto Word for Windows 2003, em um único lado da folha (convertido para PDF), nas seguintes condições:

    • papel formato A4 (210 x 297 mm).
    • fonte Times New Roman, tamanho 12.
    • espaço entre linhas: simples e sem espaço entre parágrafos.
    • entrada de parágrafo: 1,25 cm.
    • margens: superior 3cm, inferior 2cm, esquerda 3cm, direita 2cm.
    • figuras, gráficos, quadros e tabelas (não usar colorido e faze-las da largura do texto) em fonte Times NewRoman, tamanho 10.
    • os títulos (todas as letras maiúsculas) e subtítulos (somente a primeira letra de cada palavra em maiúsculo) do trabalho devem ser numerados e negritados.
    • as citações e referências devem obedecer as normas atuais da APA.

Normas no formato APA (American Psychological Association)
As citações no texto devem obedecer as normas conforme exemplos a seguir:
um autor – Iudícibus (1997, p. 58) ou (Iudícibus, 1997, p. 58).
dois autores – Mosimann e Fisch (1999, p. 53) ou (Mosimann & Fisch, 1999, p. 53).
Três a cinco autores – Quando um trabalho tem três, quatro ou cinco autores, acrescentar todos os sobrenomes na primeira citação seguida da data de publicação. Nas subsequentes, incluir apenas o sobrenome do primeiro autor seguido de et al. e da data de publicação.
Ex.:
Na primeira vez que for citado: Horngren, Foster e Datar (2000, p. 113) ou (Horngren, Foster & Datar, 2000, p. 113).
A partir da segunda vez que for citado: Horngren et al., 2000, p. 113) ou (Horngren et al., 2000, p. 113).
Seis ou mais autores – Quando um trabalho tem seis ou mais autores, citar no texto apenas o sobrenome do primeiro autor seguido de et al. e a data de publicação, e nas referências acrescentar todos os autores.
Ex.: Rocha et al. (1999) ou (Rocha et al., 1999).

Nas referências:
Livros:
Horngren, C. T.; Foster, G.; & Datar, S. (2000). Contabilidade de custos. (9. ed.) Rio de Janeiro: LTC.

Capítulos de livros:
Guerreiro, R. (1999). Mensuração do resultado econômico. In: A. Catelli (Coord.). Controladoria: uma abordagem da gestão econômica – GECON. (pp. 81-102). São Paulo: Atlas.

Artigos de periódicos:
Libonati, J. J.; & Miranda, L. C. (2004). Medidas utilizadas na avaliação do desempenho da área de suprimentos: um estudo exploratório. UnB Contábil, 7(1), p. 85-104.
Oyadomari, J. C. T., Aguiar, A. B., Yen-tsang, C., Cardoso, R. L., & Lima, R. G. D. (2014). Associações entre informações, desempenho da controladoria, desempenho gerencial e organizacional: um estudo exploratório. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, 8(3), pp. 309-325.

Artigo on line (retirado da internet):
Silva, L. M. (2012). Contabilidade pública: reflexões sobre a governança pública. Revista Abracicon Saber. 1(1), pp. 15-19. Recuperado em 7 dezembro, 2014, de http://www.abracicon.org/index.php/publicacoes/revista-abracicon-saber/item/revista.

Trabalhos de anais:
Carastan, J. T. (1999). Custo meta e custo padrão como instrumentos do planejamento empresarial para obter vantagem competitiva. Anais do Congresso Brasileiro de Custos, São Leopoldo, RS, Brasil, 6.

Dissertações e teses:
Lima, A. L. A. (2000). Análise das congruências com vistas à harmonização das formas de contabilização de derivativos entre Brasil e Argentina. Dissertação de Mestrado em Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Slides das Palestras

Critérios de Julgamento para Concessão de Bolsas PQ – CNPQ

Avaliação da Pós-Graduação: nova ficha de avaliação e aspectos orientadores para APCN

Apresentação Nicholas Mcguigan – Framing Accountable Societies for Accountability: Redesigning Accounting and Accounting Education for the 21 st Century

Apresentação Van der Stede – Accounting and Governance: How accounting underpins sustainable performance

Apresentação Philip Joss – European Accounting Association

Apresentação Philip Joss – How can research address the trends in corporate reporting?

Apresentação David Eckles – Enterprise Risk Management: An International Review

ENDEREÇO

Rua Maestro Cardim, 1170
11º Andar, Bela Vista - São Paulo/SP


CONTATO

  secretaria@anpcont.org.br
Siga-nos no Facebook

CERTIFICADOS ON-LINE

Para emitir seu certificado, basta informar seu CPF no campo abaixo e clicar em Acessar.

Compartilhe nas redes socias
© ANPCONT 2019